Ex-ministra da Economia lidera primeiro turno das eleições na Lituânia

Fonte: Agência Brasil, publicado em 15 de Maio de 2019


Por Agência pública de notícias da China (Xinhua) | Vilnius

 

A ex-ministra das Finanças da Lituânia e deputada Ingrida Simonyte, que venceu a primeira rodada das eleições presidenciais, apresentou os resultados finais na segunda-feira (13).

 

Simonyte, apoiada pelo principal partido de oposição do país, a União Nacional-Democratas Cristãos, obteve 31,13% dos votos em uma estreita luta com o economista Gitanas Nauseda, disse a Comissão Eleitoral Central do país depois de contar os votos de todas as 1.972 seções eleitorais.

 

Nauseda, candidato independente, recebeu apoio de 30,95% dos votos. A diferença entre os candidatos em números absolutos foi 2.647 votos.

 

Como nenhum dos candidatos recebeu mais de 50% dos votos, o segundo turno das eleições presidenciais será realizado em 26 de maio, juntamente com a eleição do país para o Parlamento Europeu.

 

"Obrigado a todos pelos seus votos. Duas semanas de trabalho árduo estão pela frente", disse Simonyte aos repórteres em sua sede eleitoral.

 

O atual primeiro-ministro da Lituânia, Saulius Skvernelis, apoiado pela União dos Agricultores e Verdes da Lituânia, não chegou ao segundo turno e ficou em terceiro, com 19,72% dos votos.

 

Depois de admitir sua derrota, Skvernelis reiterou sua renúncia ao cargo de primeiro-ministro.

 

"Já tomei a minha decisão e não quero falar de outras opções. A decisão é renunciar no dia 12 de julho", disse Skvernelis aos repórteres na segunda-feira de manhã.

 

Mais de 56% dos eleitores registrados participaram da eleição presidencial.

 

A presidente em exercício, Dalia Grybauskaite, deve deixar o cargo depois de completar seu segundo mandato em julho.

 

Edição: Valéria Aguiar